Skip to main content

Estamos longe do turismo sustentável?

A procura por um turismo sustentável é cada vez mais uma realidade por parte dos viajantes. “No 2023 Sustainable Travel Report, que recolheu respostas de mais de 33.000 viajantes de todo o mundo, a Booking.com descobriu que a grande maioria dos que viajam estão a tentar fazê-lo de uma forma mais sustentável. Cerca de 76% dos inquiridos pretendem viajar de forma sustentável nos próximos 12 meses”. Isto porque setor do turismo posicionou-se como um dos setores mais poluentes do sector terciário. De acordo com o The World Counts, “o turismo contribui para mais de 5% das emissões globais de gases com efeito de estufa, sendo os transportes responsáveis por 90% dessas emissões”. A mesma fonte acredita ainda que “até 2030, prevê-se um aumento de 25% nas emissões de CO2 do turismo em relação a 2016. De 1.597 milhões de toneladas para 1.998 milhões de toneladas”. Os impactos ambientais negativos do turismo são significativos e incluem o desgaste dos recursos naturais locais, bem como problemas de poluição e de resíduos. O turismo pressiona frequentemente os recursos naturais através do consumo excessivo, muitas vezes em locais onde os recursos já são escassos.

Turismo Sustentável Através de Energia Solar

Entre os desafios globais gerados pelas alterações climáticas e a necessidade de encontrar fontes de energia sustentáveis, a energia solar surgiu como uma solução promissora. Esta forma de energia renovável não só pode ajudar a reduzir as emissões de carbono, como também está a transformar o turismo e por isso, tem se tornado numa opção atrativa para cobrir as necessidades energéticas do sector.

Cada vez mais hotéis e resorts estão a adotar este modelo como uma alternativa para satisfazer as suas necessidades energéticas. A produção da sua própria eletricidade permite-lhes poupar nos custos energéticos, reduzir a sua pegada de carbono e ainda diminuir a sua dependência das redes elétricas convencionais.

Instalação solar fotovoltaica pela Greenvolt Next no NH Hotel Las Tablas, em Madrid

A crescente consciência ambiental tem levado muitos sectores a procurar opções menos nocivas sem sacrificar o conforto a que estamos habituados. O sector do turismo não tem sido exceção, especialmente porque cada vez mais viajantes procuram alojamentos, destinos e actividades amigas do ambiente

Da mesma forma, a energia solar desempenha um papel crucial no desenvolvimento do turismo sustentável. Juntando a produção de energia fotovoltaica a serviços turísticos como alojamento ecológico, actividades ao ar livre, excursões sem comprometer o ambiente e transportes ecológicos, consegue-se criar uma verdadeira experiência de turismo sustentável.

 Além disso, a sua utilização também melhora a perceção dos turistas. Os destinos que poluem menos estão melhor posicionados em relação aos seus concorrentes, geram maior proximidade e confiança e uma ligação mais significativa entre o turista e o destino. Como resultado, o cliente classificará a experiência de forma positiva, o que aumenta a probabilidade de querer repeti-la e, mais importante ainda, de a recomendar.

Isto também cria oportunidades económicas para as comunidades locais, promovendo o crescimento económico na zona ao atrair viajantes que procuram viajens diferentes mas responsáveis, o que, por sua vez, impulsiona a atividade económica do próprio país.

Dê o Primeiro Passo em Direção ao Turismo Sustentável

Com o aumento da consciência ambiental, a energia solar está a posicionar-se como a opção amiga do ambiente mais rentável em todos os sectores. Incluir esta solução nos destinos turísticos é mais um passo para um futuro mais sustentável e para garantir que as gerações futuras também possam usufruir.

Se ainda não se sente convencido, conheça o nosso mais recente projeto no setor do turismo com o Grupo Vila Galé, que vai receber energia solar em 13 hotéis do grupo em Portugal.

Sustainability Next To You

Fique a saber mais sobre as nossas soluções de Energia Solar

1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Leave a Reply